segunda-feira, 29 de maio de 2017

novo mundo

Antes de escrever este texto pensei duas vezes. Se já tenho poucos leitores/amigos brasileiros, depois de publicar isto, vou ficar sem nenhum. Mas pronto aqui vai. 

Quando soube que a Rede Globo iria fazer uma novela sobre o período dos portugueses no Brasil, e como isso levou à independência do país, fiquei super empolgado. Adoro séries/novelas/filmes com História e pensei que este seria um bom produto. Aliás, na senda da qualidade dos produtos televisivos que a Globo nos acostumou. A última novela que vi nestes moldes, e que gostei,  foi a "Força de um Desejo" com o Fábio Assunção e a Malu Mader - que gosto muito de ver representar. Não vejo os episódios todos, mas vou ficando intermitente com o formato televisivo, pelo que, como este costuma ser muito extenso, consigo apanhar o enredo a qualquer parte da história. 

Contudo, na semana passada estava em casa a descansar um bocado antes de jantar, e lembrei-me que o canal de televisão português SIC estava a passar a novela Novo Mundo e resolvi assistir para ver se gostava. Bom... como é que poderei dizer isto... se há coisa que odeio é ver um brasileiro tentar falar com o português de Portugal e ver um português tentar falar com o português do Brasil, embora nós por cá, como estamos habituados a ver novelas brasileiras desde criança, conseguimos apanhar melhor o ginga joga do "português brasileiro". Confesso, que tive alguma dificuldade para perceber o diálogo das personagens e só consegui entender o "português do Brasil". Ver o Caio Castro (giro que se farta) a falar como "nós" arrepia-me! Porque não adoptaram o "português brasileiro" como o português da altura? Nos filmes americanos sobre a Roma Antiga, eles não falam com o dialecto da altura... pois não? Bom, admito que sou picuínhas, e que se calhar não fiz o esforço devido... mas o Novo Mundo não dá para mim... sou mesmo um gajo do Velho Mundo.

Créditos: Rede Globo

9 comentários:

  1. Somos dois, do Velho Mundo.
    Mas quanto à imitação do sotaque, é um problema Brasileiro (neste caso, porque há outros). E é um problema da formação e pesquisa para personagem dos proprios actores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Anfitrião, acredito que para alguns actores e actrizes é difícil falares noutras línguas que não a tua, pelo menos quando não dominas muito bem a língua que pretendes utilizar... outro caso é a série da RTP Vidago Palace, onde os actores galegos tentam passar por portugueses... e tirando a personagem do "pai do Pedro" parece-me tudo muito forçado.

      Eliminar
  2. Você não perderá este amigo por isto. Não assisto novelas aqui produzidas, sou da VELHA IDADE quando tínhamos dramaturgos, diretores e atores de porte. Hoje os novelistas são cheios de mesmices e sem qualquer criatividade. Os atores todos advindos do seriado Armação onde o que conta é ser giro, ter bunda e por aí vai. Talento mesmo não importa. Eu vi um episódio e achei ridículo. É como um ator do sudeste aqui querer falar com sotaque gaúcho ou nordestino. Porque não colocam atores gaúchos para interpretarem gaúchos e nordestinos para interpretarem nordestinos. Você está corretíssimo. Vale um registro aqui: Os índices de audiências da Globo no que concerte às novelas caíram de forma espantosa aqui deste lado do Atlântico.

    Beijão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiz uma crítica construtiva, acho. É verdade o que escreves. A minha chamada de atenção também serve para as novelas portuguesas... ainda me lembro de um caso de uma novel chamada "Coração de Ouro" que era passada no norte do país, em que metade do elenco tinha sotaque e a outra metade não. Metia dó.

      Paulo, e o Temer? Ainda é Presidente? Aqui em Portugal as notícias chegam a conta gotas... como não é a Dilma, já não interessa noticiar o que quer que seja.

      Eliminar
  3. Nunca percebi o hype com o Caio Castro... Eu sou feio mas ele também é assim uma coisa, parece que o pai dele é construtor civil, aquela cara parece sempre em obras... #thereisaidit

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOOOOOL Logan, Caio Castro é um nome fácil de decorar #sóisso

      Eliminar
  4. Novo aqui no blog (já tinha visto, mas só de lance) sou brasileiro e não me ofendeu até porque não sou conhecedor da língua portuguesa (muito menos de Portugal) entendo tão quanto o espanhol, se falam rápido de mais, gírias ou algo do tipo me perco mas nada que o pai Google não me ajude... Mas tudo bem, tambem não curto essa novela (por motivos distintos)
    Abraco.

    ResponderEliminar

Podem comentar, que eu deixo. Vale tudo, menos ofender. Ok? E estar vivo é o contrário de estar morto - Lili Forever.