sexta-feira, 17 de novembro de 2017

pensamentos idiotas

A Igreja Apostólica Católica Romana Portuguesa, continua povoada de idiotices. Ah e tal, "os homossexuais não podem ir para Padres" (devem limitar-se aos filmes da Belami, quiçá), mas o senhor Padre da ilha da Madeira que foi recentemente pai, pode perfilhar a criança, dizer que é o pai dela, mas deve assumir inequivocamente o celibato, se quiser continuar a ser padre, porque não há problema. Não sei porque é que esta gente não bebe lixívia ou come pão com vidros.   

Créditos: Sic Notícias 

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

apalpões passados

Bahhhhhhhhhh. Lembrei-me agora. Fui apalpado pelo coisinho-com-a-mania-que-é-importante na parte frontal, quando fomos ao bairro, há 4 anos atrás. Considerando que ele apalpou o grupo todo, não me senti especial nessa noite. 

Portanto... NÃO CONTA! Ouviste Senhor ai de cima?

apalpões

Estava a caminho do trabalho, a conduzir, a rir e a ouvir a rádio comercial (ou pela ordem lógica das coisas: a conduzir, a ouvir a rádio comercial e a rir) quando por momentos fiquei deprimido. O motivo? Bom, estavam os locutores a contar situações em que tinham sido apalpados (no rabo, leia-se) na via pública e fiquei triste. Não me lembro de ter sido apalpado em lado nenhum, por nenhum desconhecido, em nenhuma via pública. Eu sei que não tenho um rabo de jeito, e sou bastante “neutro” enquanto gajo, “but come on”! Toda a gente merece um apalpão’zinho de vez em quando! Agora que penso seriamente no assunto, acho que também nunca apalpei nenhum desconhecido, em lado nenhum. Sempre apalpei com a confiança necessária, para não levar um murro de seguida.

Bem, vou para a casa de banho chorar lágrimas de sangue.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

mandamentos do facebook

Mandamento 4


 Palavra de Namorado aos Familiares



 | Familiares de aqui e de além-mar, não, não é engraçado deixarem comentários nas publicações dos vossos filhos, primos, sobrinhos, e afins, deixando ficar no ar a suspeita de quem sabem coisas do passado. Primeiro, porque sabem - o que é perfeitamente natural, segundo porque o passado fica no passado, e terceiro: essas coisas que vocês acham que têm imensa piada, não têm piada nenhuma. Eu não me estou a rir, pois não? E nada de partilharem fotografias de quando era mais pequeno, faxavô.

 Por isso, e pelo Mark Zuckerberg, Oremos ao Senhor. 

 Ouvimos Senhor.

natal

Já comprei a árvore de Natal para o gabinete. As minhas colegas vão adorar a surpresa. 


Ou não.

sunset solidário da blogosfera

Ultimamente tenho escrito este "berloque" no telemóvel, ou no computador de terceiros, e como tal, não tenho feito publicações assim muito "difíceis", que exijam muitas imagens e créditos, ou muitas hiperligações para páginas e sites alheios. O mesmo se passa com os comentários... leio no telemóvel os blogues que sigo, mas depois não chego a comentar. Sou um "cafégesti". Um sem vergonha. Um "capeta". Apesar de vos ter na mesma linha de preferência, devo confessar quem ultimamente também, ando muito atento ao blogue do Francisco para ler as "novelas" que ele tem publicado nos últimos tempos. Mas hoje não vou falar do Francisco, mas sim, de uma iniciativa do blogue Adolescente Gay

O AG (Adolescente Gay) tem sido um simpático, e tem-me enviado alguns e-mails de divulgação das iniciativas que tem promovido. E eu, como um bom "gémeos" que sou, não tenho dado a devida atenção. Não é por mal, mas deixo sempre para depois, e o depois nunca chega. Ao contrário de outras coisas que chegam, que eu não gosto de ficar apenas no vai-não-vai. Portanto, tenho falhado imenso na maionese, e assumo isso sem complexos. Não consigo chegar a todo o lado, além de que, como já estão fartos de saber, eu sou pequeno. Um metro e sessenta e nove não dá para tudo, dá para alguma coisa, mas não para tudo. E já tenho 37 anos, e nós, como todos sabemos, com a idade, ainda vamos ficar mais pequenos e não posso gastar tudo já. Oh, porra. Merda. Constatei agora que vou virar anão de jardim. FuckBom, adiante. 

Então é assim, sendo bruto e sem usar lubrificante: o AG está a promover um Sunset Solidário para Dezembro. E o que é isto? Bom, é juntarem a definição de Sunset e mais solidário, e têm o produto final - já vos disse que hoje estou Estalinista? Agora mais a sério: passem pelo blogue do AG e AQUI têm todas as informações necessárias para a participação no evento!

Carregaram no AQUI para saber mais? Não descobriram onde estava o AQUI? Deixo ficar aqui outro AQUI, pronto! Vá desenrasquem-se, meus namoradinhos mais lindos do papá, montados nos póneis mais fofos do universo.  

austrália

Ohhhhhhhh yes, 
Ohhhhhh Yessssssssssss!

Aí mesmo Austrália, aí mesmo!

Créditos: Namoro com um Pop Star


Agora, também já podemos casar na Austrália! Aliás, como é que um dos países do mundo, que mais provocava a imaginação dos gays, ainda não permitia tal coisa! Como? Perguntam, vocês! Bom, podem continuar a perguntar que não me apetece responder. Hoje estou com feito de Estaline!

Parabéns aos envolvidos directamente no resultado, e no geral, a todos os australianos!

Go, Austrália, Go!

desejos

“Ah é hétero!”. Pois, é hétero, é hétero, mas olhou-me para as mamas nos balneários.*

*Ou isso, ou olhou-me para a barriga, e pensou “este tipo está mesmo barrigudo”. Seja como for, deixem-me pensar que sou um objecto de desejo do gajo-dos-olhos-claros-e-podre-de-bom-que-treina-na-hora-de-almoço. Também mereço ser “galado”, ok? Mesmo que não tenha sido, ok?

terça-feira, 14 de novembro de 2017

pedidos

- Ah e tal, podias ser mais fofinho comigo. Mas romântico, mais carinhoso, sei lá. Dar abracinhos, beijinhos, coiso e tal. Sei lá. Essas cenas. 

- Não sei porque é que estás com essa conversa agora. Tu odeias essas merdas. 

- Pois odeio, mas isso não significa que não goste. Mas às vezes sabe bem. Quer dizer,também basta 1 minuto, mais do que isso também enjoa. 



Depois fico ofendido quando me acusam de ter mau feitio, de ser bipolar e de não saber o que quero. Mas "eu sou assim, nasci assim", só não me chamo Gabriela.

frio

Estou gelado, geladinho. Tenho o nariz gelado, as mãos geladas, as pernas geladas e quase tudo gelado. Raios partam o frio, pah! Nem o ar condicionado aqui do burgo aquece o espaço hoje - ou se está a aquecer eu não estou a dar por nada. Também não me posso agarrar a ninguém para ficar mais compostinho, porque a maior parte dos colegas deste lado são senhoras, e o único homem existente (além da minha pessoa), também é do sindicato, e dá-me ideia que se lhe desse essa ideia, ele já tinha tirado a roupa e já me estava a empurrar para cima da máquina das fotocópias para me "aquecer". Portanto o melhor, é não arriscar! Posso morrer de frio, mas "intacto"

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

desabafos

Sobre o trabalho:

A Colega: Pois, estamos entregues aos bichos, é o que é. 

Eu: Antes fosse às bichas. Pelo menos teríamos um ambiente de trabalho mais divertido.*


*Por mim falo, né? Pelo menos acho que sou divertido. Dizem, que eu não sei.

demência



#confere