sábado, 29 de abril de 2017

primavera

A Prima(vera) anda por aí em força. E como ando mais roliço*, as minhas colegas têm reparado mais em mim. Agora são apalpões todos os dias, e se a "coisa" se cingia apenas às mamas, agora já vai no rabo. E como se já não bastassem as minhas colegas de gabinete, agora o Director de outro serviço, e outro colega de outro gabinete resolveram engraçar comigo - se o primeiro apenas fez piadinhas um dia inteiro sobre mim, e até me pediu para levantar para os meus colegas me conhecerem melhor, o segundo já meu amigo no Facebook, pediu-me para seguir no Instagram e vai a correr a atender o telefone quando vê o meu nome no visor para me responder com um "oláaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, tudoooooooooooooooooooooooooooo bemmmmmmmmmmmmmmmmmm?" - é tanto mel, que se não tiver cuidado, qualquer dia escorrego e parto uma perna. 

É claro que tenho levado isto na brincadeira, mas é só até o dia que tiver que subir para cima da secretária e gritar que nem uma princesa Disney em sofrimento, quando me atacarem a sério. E nem a responder a uma colega minha "que não vou para a cama com ela, porque não me chamo Isabel Junot, portanto não faço caridade", ela me deixa sossegado... sim, porque agora, além dela, ela quer-me empurrar para a "bixa" da sala do lado - que eu odeio de morte - e de quem sempre pensei estar a salvo. Contudo, na semana passada ele disse "pede ali a ele, ele é bem mais giro e fica melhor nas fotografias". Seja como for, deixei de aceitar bebidas e comidas por ali, não vá ter alguma coisa misturada que me faça adormecer. E isto assim sendo um mono, imaginem se eu fosse um tipo giro e bom. Agora já sei o que sofrem os gajos que toda a gente quer dar cafuné



*para não dizer gordo que é o que toda a gente agora me diz. Aliás, o meu namorado está sempre a perguntar-me porque é que guardo as cervejas na barriga - outro com a mania que está a fazer stand up comedy. 

1 comentário:

Este blogue não é uma democracia e eu sou um ditador'zinho... pelo que não garanto que o comentário seja publicado. Mas quem não arrisca...