quinta-feira, 13 de abril de 2017

filhos dos outros

O dia de hoje é um dia de treta (em termos de trabalho). Os meus colegas trouxeram os filhos para o "serviço" - pareço uma funcionária de 50 anos de casa a falar - e é super interessante perceber as semelhanças intelectuais que tenho com eles. Mal os miúdos entram no "building" querem logo vir ter comigo para fazermos desenhos. 

Falhei a vocação. 

2 comentários:

Podem comentar, que eu deixo. Vale tudo, menos ofender. Ok? E estar vivo é o contrário de estar morto - Lili Forever.