sábado, 21 de abril de 2018

signos

Na semana passada, num subúrbio perto de si: 

Colega: Tu és como o meu filho... Os gémeos sofrem imenso, estão sempre lá para ajudar toda a gente e quando precisam de alguma coisa, olham para o lado, e percebem que estão sozinhos.

Eu: Não sei bem se poderemos atribuir isso a um "signo"... 

Colega: Não, é verdade. Os nativos de gémeos são assim, super disponíveis para todos, sempre a querer ajudar e depois não sentem esse retorno.

Eu: Ah... 


Mas tu queres ver que a culpa é do cabrão do signo? Estou lixado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Este blogue não é uma democracia e eu sou um ditador'zinho... pelo que não garanto que o comentário seja publicado. Mas quem não arrisca...